Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira
A direção do Sepe-RJ informa, em caráter de urgência, a suspensão da Plenária de Terceirizados, marcada para este sábado (26),  em virtude dos impactos da greve dos caminhoneiros na locomoção das pessoas.
 
Assim que pudermos informaremos um novo encaminhamento sobre esta atividade.
 
Solicitamos encarecidamente que núcleos, regionais e diretores ajudem na divulgação desta informação, em todos os meios possíveis.
0

Em assembleia realizada no início da manhã desta sexta-feira (dia 25/5), os profissionais da rede municipal de Niterói decidiram manter a greve por tempo indeterminado iniciada no dia 15 de maio. Até hoje, o prefeito Rodrigo Neves não recebeu a categoria e demais membros das comunidades escolares. Neves também não abriu um canla de negociação nem apresentou propostas ou sinalização de atendimento das reivindicações da categoria. Por este motivo, a plenária dos profissionais da rede municipal votaram pela continuidade da greve em Niterói.
 
Acompanhe a mobilização da greve nas escolas municipais de Niterói pelo link abaixo:
0

Os Profissionais da Educação da rede municipal de Caxias decidiram suspender a greve por tempo indeterminado e retornar ao estado de greve, em assembleia realizada ontem, 24/5, no Salão de Festas do Lelo, em Jardim Primavera. Veja o calendário de mobilização:
 
26/5 – plenária dos Professores de Informática Educativa e Aux. Administrativos, às 10h no SEPE;
05/6 – Paralisação de 24h com assembleia pela manhã (local a confirmar).
 
Foram também aprovadas as seguintes propostas:
 
Aguardar a orientação do Sindicato com relação à reposição;
Panfletagem nas feiras;
Abaixo-assinado em todas as unidades, reafirmando o SEPE como representante da categoria;
Incluir a representação sindical no PME;
Formalizar denúncia ao MP sobre o atendimento da ouvidoria;
Reeditar os cartazes com os vereadores que não fizeram a indicação parlamentar para aprovação das propostas de pauta da Educação;
Solicitar via Ofício que os vereadores façam indicação sobre a volta da regência para dirigente de turno;
Moção de repúdio à atitude intolerante da SME de Macaé por abrir processo administrativo contra uma professora que trabalhou o filme "Besouro" em sala.
Campanhas :
# nãoelejanenhumReis
# prefeitoWashingtonReispaga osaposentadose meu décimo terceiro
 
acompanhe a mobilização em Caxias pelo link  abaixo:
0

Algumas direções de escolas estão assediando profissionais de educação, exigindo que compareçam às unidades, mesmo com a crise do transporte causada por conta da greve dos caminhoneiros.
 
Essa situação é particularmente sentida na Zona Oeste da capital, Baixada Fluminense e no Interior, regiões que já têm um sistema de transporte ruim, independentemente da greve.
 
O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação está atento a direções autoritárias que forem insensíveis ao momento e orienta a categoria a relatar ao sindicato qualquer situação de assédio.
 
Além disso, considerando que por estas razões muitos profissionais e estudantes não conseguirão chegar às escolas e quem, por ventura, chegar não tem garantia do retorno, o Sepe reivindica que a SEEDUC e as SMEs suspendam as aulas no dia de hoje e abonem o ponto dos profissionais, evitando assim qualquer prejuízo na sua vida funcional.
0

Considerando a redução da frota de ônibus, BRT e outros meios de transporte, a falta de combustível  em vários postos do Estado, o que faz com que muitos profissionais e estudantes não estejam conseguindo chegar às escolas e aqueles que, por ventura chegarem às unidades não tem garantia de retorno, o Sepe reivindica que a SEEDUC e a SME abonem o ponto dos profissionais que não conseguiram chegar ao trabalho, evitando assim qualquer prejuízo na sua vida funcional e suspendam as aulas de hoje (dia 25 de maio) para não prejudicar ainda mais aos alunos  e profissionais que estão enfrentando dificuldades por causa da redução dos meios de transportes causada pelo bloqueio das distribuidoras de petróleo e combustível.
 
O sindicato também tem recebido queixas de profissionais sobre direções nas escolas que estão se mostrando insensíveis com este problema e estão pressionando professores e funcionários, que estão enfrentando dificuldades para chegar ao trabalho. Estamos atentos a este problema e buscando uma solução das secretarias para esta questão. E a solução, dado o caos instalado no sistema de transportes é a suspensão imediata das aulas nesta sexta-feira.
0