Saúde e DDHH
27/09/2016
Profissionais de Educação farão ato no dia 1º de outubro para lembrar o "Dia da Vergonha"


O Sepe e os profissionais de educação realizarão um ato público no Museu do Amanhã (Praça Mauá), no dia 01 de outubro, a partir das 10hpara marcar a passagem dos três anos do chamado "Dia da Vergonha", quando as autoridades estaduais e municipais (governos Cabral e Eduardo Paes) instauraram um verdadeiro estado de sítio no Centro do Rio para a aprovação do Plano de Cargos e Carreiras da Educação Municipal, no dia 1º de outubro de 2013. 

Desde agosto daquele ano, a rede municipal do Rio estava em greve em luta por reajuste salarial e melhores condições de trabalho e pela implantação de um plano de carreira que contemplasse as reivindicações históricas da categoria. A greve do município logo foi seguida por uma greve da rede estadual, numa unificação histórica que fez com que a educação assumisse a vanguarda das grandes manifestações que se realizaram naquele ano em todo o país. Desde o início da nossa mobilização, os governos municipal e estadual mostraram que não estavam dispostos a negociar nem a dialogar e que a repressão  e a violência seriam os seus "instrumentos" de negociação. E isto ficou bem claro durante os atos e passeatas e no triste episódio da desocupação da Câmara Municipal, no final de setembro de 2013, quando a tropa de choque da PM promoveu um verdadeiro massacre, agredindo os profissionais e prendendo vários deles.

Veja pelos links abaixo, algumas imagens da violência contra manifestantes que simplesmente estavam tentando exercer o seu legítimo direito de manifestação e de lutar pelos seus direitos, como o plano de carreira:



https://www.youtube.com/watch?v=NNAojKCjJlw

https://www.youtube.com/watch?v=HuNq92S9O9Y

https://www.youtube.com/watch?v=MsKYboM8SJs

https://www.youtube.com/watch?v=t3gAkh8aXd4





 


Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450