Saúde e DDHH
21/06/2018
Morte de aluno na Maré: até quando?
ATÉ QUANDO?
 
O aluno da rede municipal do Rio, Marcos Vinicius da Silva, de 14 anos, foi morto nesta quarta (20), após ser atingido por uma bala perdida quando se dirigia para o Ciep Operário Vicente Mariano, na comunidade da Maré.
 
No momento de sua morte, ocorria um confronto entre bandidos e a polícia, que fazia uma grande operação no local, até com a utilização de helicóptero, que dava voos rasantes e atirava para baixo, como a imprensa mostrou.
 
Há muito que o Sepe e os membros da comunidade escolar denunciam o aumento da violência no entorno das escolas, com a escalada do número de operações policiais e o recrudescimento da resistência de bandidos.
 
A troca de tiros ou a realização de operações já causou inúmeras mortes de estudantes, como no caso da aluna Maria Eduarda, morta em plena aula de educação física, na EM Daniel Piza, em Acari, no ano passado.
 
O Sepe repudia a forma como as forças de segurança tratam esse grave problema, com ações que colocam na linha de tiro, muitas vezes, profissionais de educação, alunos, pais e responsáveis, como vem ocorrendo na Maré.
 
Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450